Os que ficam na pele, memória, cheiro e não saem nem em um milhão de anos

Fevereiro corrido com tudo e mais um pouco, fevereiro cheio de confusões pessoais, fevereiro feito para pensar devagarinho e cultivar um jardim de sentimentos boiados em calmaria e paciência histórica. Há tanta coisa sobre política, violência e luta social para falar, mas hoje eu sou só sentimentos, as vezes confusos pra caramba, outras vezes tão lípidos e cheios de reflexos como os rios de Caxiuanã.

Tirei o dia para reler meus amores, pensar no que tirei de bom daquelas relações e quais amarguras ainda permanecem. As personagens eternas na minha vida, todas guardadas em caixinhas que as vezes não resisto e reabro só para sentir o rompante tomar conta da respiração e de todo corpo mais uma vez.

Ficaram aqueles sorrisos lindos que me cativaram logo no primeiro olhar, o stop motion das primeiras conversas, os passeios de carro, o primeiro beijo de fundir a alma e fazer perder a cabeça, os telefonemas, as canções, as madrugadas bebendo, o cinema de animação, os banhos de chuva noturnos, a sensação de imensidão e completude, a política, os dias de vazio, o contar os minutos para rever, os olhos de comer fotografia e das angústias, mágoas e choros só haviam esparsas lembranças, como se não se sustentassem frente a belezura de tudo que me faziam sentir.

Ao fechar as caixinhas a vontade é só de bailar na sala, olhar para frente e deixar o coração aberto, para sentir coisas novas e velhas ao mesmo tempo, deixando os medos de lado e fazendo os caminhos se seguirem lentos, intensos e regados a músicas que fazem plainar.

Responder a Os que ficam na pele, memória, cheiro e não saem nem em um milhão de anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s