Após uma noite de vigília, finalmente um alívio

Madrugada tensa, apreensiva e querendo que uma esperança aparecesse, não apenas por minha parte, mas também por parte dos moradores e apoiadores que passaram a noite acordados em vigília temendo o pior. A tensão estava generalizada, não apenas entre aqueles que acompanhavam a maior ocupação urbana da América Latina há anos, mas também aqueles que ficaram sabendo de todo o processo há pouco tempo, e isso foi visível durante a madrugada nas redes sociais, diversas pessoas acordadas acompanhando o que aconteceria no Pinheirinho.

Eis que já na prorrogação do jogo a nesga de esperança aparece: Sai a liminar que adia a reintegração de posse da ocupação, defensoria pública e os advogados do movimento passaram a noite junto a juíza federal e obtiveram esta liminar. Quando a notícia chegou, lá pelas 5 horas da manhã a sensação era de alivio, felicidade e vontade de gritar ao mundo: O Pinheirinho é nosso! Palavra de ordem que imperou durante todo amanhecer na ocupação e que era dita com entusiasmo por todos os apoiadores e moradores do Pinheirinho intervenção atrás de intervenção.

A notícia chegou à comunidade às 5 horas e, imediatamente, o silêncio e a apreensão numa enorme e comovente explosão de alegria. “O Pinheirinho é nosso! O Pinheirinho é nosso!”, bradam esses valentes guerreiros e guerreiras. Por todos os lados se ouve explosões. Mas não são as bombas da PM. Sãos os fogos de artifícios que seriam usados para alertar os moradores da megaoperação da polícia que se transformaram em inevitável instrumento de comemoração. Toninho Donizete, advogado dos moradores do Pinheirinho, afirmou que um contigente de policiais que vinha de ônibus de Guarulhos, Região Metropolitana de São Paulo, foi obrigado a dar meia volta e retornar. (CANDIDO, Luciana. Justiça Federal suspende reintegração. Alegria toma conta do Pinheirinho)

A batalha foi vencida, falta agora vencer a guerra por inteiro e regularizar de vez a ocupação. Tarefa nada fácil visto a falta de disposição da prefeitura de São José dos Campos de cooperar com este processo, não há como negar que a luta dessas pessoas inspira, comove e nos mostra a importância de unidade para enfrentar a luta de classes e impor vitórias. Volto para São Paulo com mais certeza dos caminhos que escolhi para minha vida e com a lembrança do amanhecer mais incrível que tive até agora, um amanhecer regado de felicidade, solidariedade e sobretudo com uma consciência da necessidade de lutar para transformar esta sociedade e ter ganhos para a classe trabalhadora; pois a luta do Pinheirinho me mostrou exatamente isso: a necessidade diuturna da solidariedade de classe para podermos avançar na luta aí colocada na sociedade.

Responder a Após uma noite de vigília, finalmente um alívio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s