Há quem trabalha e sangra todo o mês

Ontem foi Dia do Trabalhador e hoje diversas mulheres estão a celebrar a 2ª vermelha e o fato de menstruarem e as Blogueiras Feministas organizaram outra blogagem coletiva a respeito detes último tema. Fiquei pensando bastante sobre qual dos dois acontecimentos escrever por aqui hoje, até me lembrar que eles estão diretamente relacionados. Boa parte da classe trabalhadora é mulher e, na sua maioria, menstrua todos os meses contando da menarca até a menopausa e é esta parte da classe trabalhadora também é taxada pelo fato de menstruar e encarar mensalmente o mar revolto de hormônios ao qual biologicamente estamos propensas.

Mas como assim a 2ª vermelha tem relação com o 1º de maio? Ora, só darmos conta de quais são as reivindicações das trabalhadoras e também o como elas saõ tratadas por serem um mar revolto de hormônios, instáveis. Não é raro vermos em ofertas de vagas de empregos destinadas apenas aos homens pelo fato da sociedade os considerarem mais racionais do que nós, mas aí está o problema, pois se somos iguais, por que alguns trabalhos são mais para homens do que para as mulheres? Por que não se respeita a Folga Fisiológica daquela que sofre com cólicas e síndrome pré-menstrual agudas e crônicas?

A questão é que quando falamos de igualdade de direitos queremos igualdade respeitando nossas diferenças e entre elas se encontra o período mesntrual e as mudanças hormonais, que vamos combinar não são características apenas da TPM, mas também do puerpério. Celebrar a menstruação é também compreender as diferenças entre nós que devem ser respeitadas e não tratadas como xiliquinho, pois não são. Gostaria de tal divisão e diminuição do papel da mulher por conta de suas mudanças hormonais só estar presenete no mercado de trabalho, mas infelizmente não está, nos movimentos sociais bem vemos a classificação de histeria e apenas para todos os lados, fora a discrepância de representação feminina na direção dos movimentos, seja no sindicato, centro acadêmico e o que for. Me espantei ontem no ato construído pela Intersindical e CSP-Conlutas apenas uma mulher fazer fala e ainda tendo o tempo dividido com um outro camarada, o mais impressionante foi a fala da oposição da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), este é o maior sindicato da América Latina e tem na sua base massivamente mulheres, porém as duas pessoas fazendo fala eram homens, nenhuma linha sobre assédio moral, TPM, licença parental e afins.

Viva a mulher que trabalha, porque ela tem resistido bravamente às campanhas contra os seus próprios interesses e não se intimida quando tentam convencê-la de que conjugar a vida privada com a vida profissional é querer demais. Porque não se acovarda quando a mídia tenta fazê-la vestir roupas desconfortáveis em nome da uma feminilidade pré-fabricada. Ela compra roupas confortáveis e define a feminilidade de acordo com as próprias necessidades. (ARKTOS, Arttemia)

Não posso deixar de falar que ontem naquele ato quando via subir companheiros atrás de companheiros para saudar as que ali estavam só lembrava de alguns amigos da época do colégio falando:

Ah! Ela não pode fazer isso por que está de xico.

E eu pensando e isso quer dizer o que? Diferenças, há sim entre nós e a principal vem mês após mês, mas é compreender que esta diferença não nos coloca aquém dos homens é importante, pois sim o direito a folga por conta de uma cólica ou TPM ajuda a manter a força produtiva das mulheres e afins. Mas isso não deve ser importante, pois nunca lembramos de incluir as reivindicações destes trabalhadores que sangram nas pautas dos movimentos.

Mais posts sobre o assunto:

Campanha VermelhaPriscilla Caroline

Campanha 2@Vermelha – Celebrando a Menstruação!Blogueiras Feministas

Menstruação – Campanha 2@Vermelha. – Srta Bia

Menstruação e achismos de alguém que quer quebrar (seus próprios) tabus!Sara Joker

Mulher é bicho esquisito. Todo mês sangra. – Suely Oliveira

Segunda Vermelha, menstruação e misoginiaCynthia Semiramis

Segunda Feira Vermelha, Pêlos e outras Vergonhas.Mexy

Sexo durante a menstruação: uma questão de auto-estimaMari Moscou

TPM?Tica Moreno

Viva a Menstruação! Já os anúncios pra menstruação…Lola Aronovich

4 respostas para Há quem trabalha e sangra todo o mês

  1. Ei Luka,
    bacana o texto dia do trabalho x nossa condição de menstruantes.
    Se voce permitir gostaria de depois colocar o link no site da campanha.
    Seria banaca para fortalecer a rede!

    abs…
    sigamos conectadas

    Sabrina Alves
    ColetivoCCS

    • Luka – Autor

      Sabrina,

      Óbvio que pode colocar o link no site da campanha sim! Tabus precisam ser discutidos para serem derrubados ;D

      Abs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s