Arquidiocese se pronuncia contra lançamento de livro pela Associação de Professores da PUC/SP

É ultrajante ler tal pronunciamento da Arquidiocese de São Paulo sobre o lançamento do livro “A criminalização do aborto em questão” que será realizado pela APROPUC no próximo dia 27 de setembro, tal pronununciamento só reforça o fundamentalismo religioso vigente hoje no nosso país. A Arquidiocese de São Paulo mais uma vez tenta intervir na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo cuspindo na nossa história de autonomia universitária, laicidade de ensino e autonomia política, não bastasse o tratoramento que impetrou nesta universidade durante a gestão Maura Véras e agora por meio do CONSAD. Segue a carta abaixo:

Sobre o lançamento do livro “A criminalização do aborto em questão”, anunciado como evento a ser realizado no campus Monte Alegre da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, o Vicariato Episcopal para a Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de São Paulo esclarece que:

– O lugar do lançamento do livro deverá ser a sede da APROPUC (Associação dos Professores da PUC), que tem personalidade própria e independente da Pontifícia Universidade e da Fundação São Paulo, sua mantenedora.

– A referida Associação tem 447 associados entre os 1.721 professores da Universidade. – A reitoria da Universidade não havia sido consultada a respeito da realização do lançamento anunciado e o desconhecia.

– O Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo e Grão- Chanceler da PUC-SP, igualmente desconhecia a realização do lançamento e lamenta profundamente que uma associação ligada à PUC-SP promova atos pró-aborto, contrários ao ensinamento da Igreja sobre a dignidade da vida nascente e os desaprova.

– Sobre o abaixo-assinado promovido pelo site WWW.fundadores.org.br, o Cardeal Scherer solicitou a este Vicariato que mantenha contato com seus administradores para esclarecer que ele é o primeiro interessado na não realização do lançamento de um livro pró-aborto em associações ligadas à PUC-SP.

Uma resposta para Arquidiocese se pronuncia contra lançamento de livro pela Associação de Professores da PUC/SP

  1. Quer dizer, algum reaça tonto que faz de sua missão de vida se incomodar com tudo que os outros fazem (sério, vc VIU aquele site?) decidiu se intromeper em algo que não tem nada a ver com ele e deixou a Fundação ficar sabendo de algo que, se isso não tivesse acontecido, nem teria interesse em saber.

    E alguém por favor explique pra esses idiotas que não é pró-aborto, é pró-escolha! Ninguém tá defendendo que o aborto deve acontecer. Afinal, se governos, igrejas, etc fizessem as coisas direito (i.e. educação sexual, livre acesso a meios contraceptivos e a serviços de saúde), provavelmente não existiria o aborto além do que já é legal.

    Eles sempre vêm com essa de deslegitimar a Apropuc por pouca representatividade – porra, isso quer dizer que a maioria não tá nem aí pra nada, não que eles são contra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s