A Crise dos 3 Meses

Por volta de 2-3 meses de idade, alguns bebês tornam-se tão eficientes na mamada que são capazes de mamar tudo o que precisam em 5 ou 7 minutos, algumas vezes em 3 minutos. Se ninguém disso isso para a mãe e ela espera que a criança fique no seio por “pelo menos 10 minutos”, ela vai achar que seu filho não está mamando o suficiente, como esta mãe aqui:

Eu tenho uma filha de 4 meses. Meu problema é que não sei se ela está mamando o suficiente. Ela passa somente 3-4 minutos no peito e eu fico com receio de que ela não está mamando leite suficiente. Quando ela tinha 2 meses, ela mamava por 10 minutos de um lado e 5 do outro e ganhava peso rapidamente; agora ela está caindo na curva de crescimento.

Eu também notei que meus seios não enchem mais como antes, eles chegavam até a vazar!

O que mais me intriga é que nos primeiros 2 minutos ela engole muito leite, bem rápido e e depois começa a tirar a boca do peito e a colocar novamente, sem ficar quieta. Eu tenho que alternar os lados e tentar posições diferentes para ela mamar ao menos 10 minutos. Eu me pergunto se ela faz isso porque ainda está com fome.

Outra coisa que me preocupa é que ela está mamando mais vezes, especialmente de noite. Ela dormia 5-6 horas seguidas de noite, agora dorme no máximo 3-4 horas, até menos.

O pediatra me disse que eu posso começar a dar leite artificial na mamadeira. Já tentei, mas ela não aceita, mesmo que outra pessoa ofereça a mamadeira.

O caso desta mãe ilustra bem a crise dos 3 meses de idade:

1. O bebê que mamava 10 minutos agora termina em 5 minutos ou menos.
2. Os seios, antes cheios e pesados, agora estão macios e “vazios”.
3. O leite não vaza mais.
4. O ganho de peso do bebê diminui.

Tudo isso é absolutamente normal. O engurgitamento das mamas nas primeiras semanas pós-parto não tem nada a ver com a quantidade de leite produzida e sim com uma inflamação temporária que acontece no início da lactação. Mamas cheias e vazamento são problemas iniciais, que desaparecem assim que a amamentação está estabelecida.

E a diminuição no ganho de peso, claro, é esperada. Os bebês ganham menos e menos peso a cada mês que passa. É por isso que as curvas de crescimento são curvas e não retas. Entre 1 e 2 meses, uma menina amamentada ao seio ganha tipicamenate 400g a 1,3 kg, com a média sendo um pouco acima de 800g. Eliminamos o primeiro mês, porque sempre há perda de peso e depois ganho, o que faz a conta final muito variável. SE o bebê fosse continuar ganhando peso neste padrão, em 1 ano ganharia 5 a 15 kg, com média de 10 kg. Na realidade, durante o primeiro ano de vida, meninas ganham entre 4,5 a 6,5 kg, com a média sendo 5,5kg. Em outras palavras, uma menina que ganhou 500g no primeiro mês de vida (alguns podem achar muito pouco, mas na realidade é normal) ganhará menos peso eventualmente. Todos os pesos são medidas aproximadas. Meninos geralmente ganham um pouco mais que meninas.

Claro que o bebê da mãe do exemplo não aceitou a mamadeira com complemento; ela não estava com fome. Infelizmente nem todos os bebês mostram tal controle e, algumas vezes, especialmente se a mãe insiste muito, eles tomam a mamadeira msmo sem estarem com fome.

Se alguém tivesse explicado a esta mãe o que estaria para acontecer no terceiro mês, ela não teria se preocupado. Mas a mudança inesperada deixou-a insegura. Mesmo assim, se ela estivesse confiante na própria habilidade para amamentar, ela não teria se estressado. A explicação mais lógica para todas as mudanças é “eu tenho tanto leite que minha filha fica cheia em 3 minutos”. Mas o medo do fracasso na amamentação é tão incutido em nossa sociedade, que não importa o que acontece, a mãe sempre pensa (ou é convencida a pensar) que ela não tem leite suficiente.

A mãe também se preocupa com outro mito moderno: que as crianças, à medida em que o tempo passa, aprender a dormir mais. Na realidade, as crianças passam mais tempo acordadas quando vão crescendo. É verdade que um dia elas dormirão mais horas seguidas e vão começar a dormir a noite inteira, mas dificilmente isso acontece aos 4 meses de idade. Entre o nascimento e 4 meses de vida, é mais provável que você observe seu bebê dormindo menos. Muitos bebês mamam várias vezes por noite durante os primeiros anos de vida (o que é muito mais fácil que preparar mamadeiras de madrugada, especialmente se o bebê dorme na mesma cama que a mãe).

A mãe do exemplo já começou a forçar a filha a comer. É um beco sem saída. É fácil deduzir que, a menos que a mãe decida mudar radicalmente seus hábitos, a introdução de sólidos será uma luta.”

Retirado, na íntegra, de My Child Won’t Eat, do pediatra Carlos González, recomendado pela La Leche League.

Traduzido por:

Flávia Mandic

16 respostas para A Crise dos 3 Meses

  1. Flávia Mandic

    Só gostaria de dizer que quem traduziu o artigo fui eu. Tem o link deste texto lá na comunidade de onde você o tirou.

    • Luka – Autor

      créditos devidamente dados, mas não sei de que comunidade estás falando por que recebi este texto por email e não tinha crédito algum… Se tiveres algum link que adicione junto ao crédito avise, obg

  2. Ana Karina

    Muito esclarecedor o texto, especialmente para mim que vivi uma situação parecida. Minha bebe, hoje com 4 meses apresentou a mesma característica: diminuição do tempo de mamada e do ganho de peso, fiquei muito preocupada, já que meu filho, hoje com 5 anos mamava bastante e sempre estava acima da média de peso (mamou exclusivamente no seio até os 6 meses e continuou mamando até os 2 anos). Mas fui persistente e apesar dos conselhos para introduzir a mamadeira acreditei em mim mesma e agora ela está mamando melhor e conseguindo ganhar peso normalmente. Ainda assim agradeço pela matéria, muito útil para nós mães que estamos sempre em busca do melhor para nossos filhos.

  3. Juliana

    Adorei o texto! parecia que estava acontecendo comigo, meu bebe esta completando 3 meses e esta na mesma deste ai de cima do texto! OBRIGADISSIMO!

  4. Poxa é exatamente isso que ta acontecendo com minha filha..
    hoje ela está com 3 meses e 15 dias.. e fazem 2 dias que ela ta assim..
    nossa tava super preocupada se ela ta se alimentando bem ou não..
    se vai engordar direitinho. mas enfim! fiquei mas tranquila.
    mas confesso que ainda meio receiosa!

  5. Mel

    Também fiquei mais aliviada. Meu bebê está com 3 meses e mama por menos tempo (no início ele ficava até 40 minutos!). O importante é percebermos se o ganho de peso estiver dentro da normalidade. Sobre o sono, meu bebezinho já teve algumas noites “longas” de sono (digamos dormir até 7 horas seguidas) desde os 2 meses de idade, ele é bem tranquilo e eu aproveito pra descansar mais!

  6. diza

    MAravilhoso texto passei por isso também, só que agora voltei ao trabalho e o neném não quer a mamadeira, como pouco de dia e quer comer 3 a 4 vezes a noite. como ensina-lo a tomara mamadeira, estou tirando o leite ainda assim é uma dificuldade toma no max 150 ml o dia inteiro

    • Vanessa

      Minha experiência atual é exatamente essa, só que minha bebê chora muito no peito, a hora das mamadas diurnas é uma guerra, e claro fui convencida a fazer alguma coisa, comecei a dar o NAN 1 e tirar o leite com a bombinha manual e dar na mamadeira, mais estou PÉSSIMA em pensar que daqui uns dias não terei mais leite, é um pesadelo, as pessoas envolta não entendem e querem que o bebe mame bastante em todas as mamadas, Se eu não faço isso dizem que estou matando minha bebe de fome.

      • Luka – Autor

        Oi Vanessa, sabe o que é legal nessas horas? Procurar grupos de apoio a amamentação, ajuda e sana dúvidas, entra em contato com a La Leche League ou a Matrice =]

  7. Melissa

    Perfeito, me ajudou muito pois o relato da mãe é exatamente o que vem acontecendo comigo, somente a mamada da noite que não, pois ela pega a mamadeira tranquilamente…

    Foi bem esclarecedor e me tranquilizou… obrigada!

  8. Roberta Rodrigues

    Estava muito preocupada com a minha filha hoje completando 3 meses, esse texto me esclareceu ,pois ela não chora, se estivesse com fome ela não choraria?

  9. Patricia Darc de Freitas

    Muito esclarecedor mesmo, meu bebê completou 3 meses agora, e ele fica pouco tempo no peito, e antes acordava apenas 1 ou 2 vezes a noite para mamar, agora acorda em média 4 vezes, estou muito cansada, eu acho que ele sustenta mamando menos tempo, mas ao mesmo tempo não enche o suficiente para a noite toda, ou um intervalo maior para o sono. O pediatra disse para retirar as mamadas noturnas, mas não posso, ele acorda mama uns 3 minutos e dorme rapidinho, não me dá trabalho, eu que fico muito cansada de dormir um sono tão picado. Obrigada pela matérias, várias “paranóias” serão abolidas da minha vida.

  10. katia

    Obrigada por esse artigo esclarecedor. Estou passando por isso. Minha bebê tem 3 meses e 7 dias. Mama varias vezes ao dia e umas 2 a noite. O tamanho está dentro do padrão (57 cm), porem o peso está baixo. Apenas 4kg. Fiquei mt preocupada e o pediatra pediu para retornarmos daqui 15 dias para nova pesagem. Bem, desejo continuar exclusivamente com o leite materno e não sinto que minha filha passe fome. O desenvolvimento motor e cognituvo dela está nornal. O único problema é o peso baixo. O que acham? Luto contra mitos para não dar formulas.

  11. Dulce

    oi, tira uma duvida! meu beb vai fazer 3 meses.. e ele mama pouco e vrias vezes ao dia e dorme a noite inteira! mas ele esta com quase 6 kg.. isso pode ser por dar mama picado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s