Do nada

Quando penso que acabaram as surpresas do mundo, bate uma vontade de dançar, ir para um lado e outro, passar tardes de domingo pulando de parque em parque, verter lágrimas de alegria do nada… Bom encontrar Beirut antes do ano acabar, bom presságio.

Responder a Do nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s