Crisis

Não teria sido história se não houvesse crise. Ele saiu no meio da chuva pensando isso e nada mais que isso. Não teria história se não houvesse crise.

Tudo seria uma enorme negativa se não houvesse crise, nenhuma linha teria saído, nenhuma palavra falada e muito menos os passos seriam dados. Sem crise ele seria um papel em branco esperando eternamente a aquarela chegar e colorir os espaços da folha.

Sem crise o barco não teria atravessado a baía, ele não teria sonhado com o turquesa da seda chinesa e muito menos com o carvão e rouge do rosto dela.

Existiu, pois teve crise… Existiu, pois teve crise… E só soube que não era o caminho a ser seguido pelo fato de ter tido crise.

Responder a Crisis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s