Apenas pedidos

Há necessidade de mais ar para os pulmões respirarem,
Menos facas apontadas ao coração e abdômen…
Olhos mais translúcidos,
Percebendo sensivelmente as lágrimas da fotografia.

O teu ar hermético e ensurdecedor se transformando em melodia,
A indiferença saindo pela porta dos fundos…
Tu notando o real afogamento do outro… da outra… de mim…
Ouvir os últimos suspiros de poese e a tentativa de segurar as nuvens.

A mão se extende para servir de nuvem,
Sair d’água e o encontro dos olhos.
Abraço desesperado e o choro copioso…

Acorda! Acorda! Não me deixa aqui no escuro!
Não agora, não este ano, não hoje…
Dá meia volta, segura na minha mão e ajuda a viver um pouco mais…
.
NÃO VAI EMBORA!
Fica pra mudar toda essa história triste e dolorida,
Fica, pois não há como ter vida sem o teu colo…
Fica… Fica pelo simples fato de eu não saber viver sozinha…
Fica, pois sem tu, eu só sei querer morrer a cada ano, mês, dia, hora, minuto…
Fica! Fica! Fica só pra gente ter o final feliz programado há tanto…
Fica e tira de vez esse mar de lágrimas, mágoas e desespero de dentro de mim.
Fica e me acarinha até eu dormir…

Não vai embora do nada novamente, não vai nunca mais… É só o que eu posso pedir.

Uma resposta para Apenas pedidos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s