Ella, lua e eu

Atirem a primeira pedra quem nunca teve uma noite nostálgica! A vitrola tocando uma das minhas músicas, garrafa de vinho doce feito o final do mês de maio e a lua comendo todos os meus pensamentos… Ocupando o meu ser totalmente.
.
Se poesia existe, ontem foi um dia cheio dela… A noite principalmente… O final da noite em especial. Parecia uma heroinazinha de filme clichê dançando no meio do meu quarto e bebendo vinho, rodava… Rodava, rodava… Só sabia rodar… Aí parei e pus pra repetir o lado A do disco da Ella, deitei na cama assustadoramente quente e comecei a sonhar!
.
Sonhei histórias fantásticas, pessoas voando alto, virando animação e no final de tudo acabei pensando nele e pela primeira vez não chorei… Lembrei como se fosse a mais bela página do meu conto de fadas, me recostei no colo dele (imaginariamente) e tive uma longa conversa… Adormeci nos braços invisíveis dele como há muito não fazia.
.
Acordei num outro sonho, um sonho mais real, atual… Porém ainda um sonho e quiçá uma nova página bonita pro meu conto.

Responder a Ella, lua e eu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s