A volta dos que não foram…

Olho pro lado e me deparo com o sorriso maroto me questionando sobre os rumos que dei na minha vida… Duas horas de conversa interna, brigas, discussões e no final de tudo um pacto: A gente vive tudo o que tem pra viver e depois nos encontramos no final, pra poder viver a história da forma merecida, mais completa que tudo, ao som de Blue Moon, banhados pela noite e agraciados por um nascer do sol extasiante.
.
A fada vai voar, voar até onde Ícaro não conseguiu e depois de ver toda a poesia que há no mundo criará sua própria ode, sua própria nota… Segurará as mãos do fim e encostará os pés na terra pela primeira vez para se tornar mortal numa tomada só. Mas até lá ainda existe o limite do céu, das cores, vento e estrelas… Existe areia demais na praia pra contar, olhos para ocupar e bocas para experimentar um teco do que será o futuro.
.
Bom lembrar… O futuro não chega, mas toca levemente os cabelos de quem mergulha dentro da bacia da vida e é puxada pro fundo pela Iara… O futuro acaricia o rosto daqueles que adentram a mata fechada dos sonhos sem o temor de encontrar o Curupira ou a Matinta… E a fada aprendeu minimamente a encarar os medos para voar mais alto, e assim quando for hora de voltar poder tocar o chão sem receio algum…
.
O dia está longe e os vôos e piruetas são o ensaio mais belo até agora.

Responder a A volta dos que não foram…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s