2006 – mais um simulacro

Sexta, sábado, domingo e segunda… 4 dias de agonia social pura, um pânico digno de filmes hollywoodianos ou da locução de Orson Welles em 1938. Na verdade os acontecimentos atribuídos ao PCC foram meramente montados pelas Organizações Roberto Marinho para poderem esquentar a programação da Rede Globo. Um grande teatro épico montado para pregar uma peça e colocar de saia justa os governantes brasileiros!

Sim, eles sabiam de tudo. Os integrantes do PCC eram na verdade atores do segundo e terceiro escalão da Rede Globo, as mortes foram forjadas com balas de estopim e sangue feito de catchup e daqui a alguns anos pessoas dirão para novos conhecidos: “Nossa! Pareces um conhecido meu que morreu no final de semana em que Sampa foi sitiada pelo PCC!”. Tudo arquitetado, ensaiado e parnasianamente planejado pela maior empresa de comunicação do país e isso pelo simples fato de um dia o chefe de redação deles ter acordado e pensado: “Poxa! Hoje o dia está tão monótono, não temos uma pauta realmente quente”.

As rebeliões foram puro fruto da imaginação coletiva de todos, tanto que o governador Lembo tentou alertar a todos que não passava de invenção televisiva… Ninguém queria ouvir o pobre senhorzinho com cara de Sr. Burns dizendo que estava tudo sob controle, ver o exército na rua e ajudar gritando palavras de ordem: “Olê, Olê, Olê, Olá! Esse levante vamos barrar! O PCC! O PCC! O PCC É pra lutar!” Pessoas com caras pintadas, camisas do Che e coisinhas afins…

Parecia uma orquestra muito bem ensaiada, o mentor disso tudo deu o roteiro perfeitamente para todos os personagens e nós, os coadjuvantes, fomos mais uma atração do circozinho armado. Pena não nos ter avisado, poderíamos todos ter pegado os carros e escafedermos da cidade, aí não só as marginais ficariam entupidas de trânsito, mas todas as estradas de saída da cidade da garoa… Uma bela imagem para o Globocop poder passar ao resto do país.

Elêlêlê, imaginação vai longe… Viaja até onde pensaríamos ser incapaz do pensamento chegar e monta teorias conspiratórias diversas! Seria cômico se tivesse sido desse jeito… Pena não ter sido.

Responder a 2006 – mais um simulacro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s